Saiba como fazer a troca de ração sem prejudicar seu peludo

Diferentemente da nossa alimentação, os peludinhos consomem o mesmo alimento todos os dias. Por isso, é primordial que os tutores se certifiquem que a ração escolhida está suprindo todas as necessidades conforme as fases de crescimento do pet. Caso seja necessária a troca de ração, é primordial que a transição ocorra de forma gradual e supervisionada por um veterinário.

Como realizar a troca da ração?
O ideal é planejar ao menos sete dias para essa troca, diminuindo gradualmente a ração antiga pela nova.
Por isso, a mudança alimentar deve ser realizada da seguinte forma:

  • No primeiro e segundo dia, ofereça mais da ração atual e menos da ração nova (75% da atual e 25% da nova)
  • No terceiro e no quarto dia, sirva 50% de cada ração
  • No quinto e no sexto dia, coloque 25% da ração atual e 75% da nova
  • No sétimo dia, deixe o animal consumir apenas a ração nova

Fases de crescimento do pet

Os filhotes de cães raças mini e pequenas começam a transição para a fase adulta a partir dos dez meses, enquanto os de raça média iniciam a troca aos 12 meses. Por fim, os pets de raças grandes podem iniciar a alimentação recomendada para cães adultos a partir dos 18 meses.
Muitos tutores não sabem que as fêmeas gestantes devem se alimentar de ração própria para filhotes durante o período em que estão grávidas.

Fonte: PetCidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *