Obesidade canina

Aproximadamente um terço dos cães estão acima do peso, problema o qual afeta mais as fêmeas que os machos e, segundo alguns, certas raças mais do que outras. Os cachorros castrados também tendem a engordar após o procedimento, por isso é super importante que a alimentação seja acompanhada com atenção.

Como identificar um pet acima do peso?

Para o diagnóstico, o veterinário fundamenta-se na apalpação do tecido adiposo que cobre o tórax: em estado normal, as costelas do cão são apenas discerníveis ao olhar, mais fáceis de apalpar. O zootécnico dispõe, para este tema, no seu arsenal de fórmulas, de uma equação de relação entre peso de um cão e seu perímetro torácico; ainda que de forma aproximada, esta fórmula (P=80 c³, onde P representa o peso em quilogramas e c o perímetro torácico, em metros) permite ter uma aproximação do grau de desvio relativamente a uma proporção normal. Finalmente, pode-se recorrer a tabelas de medidas editadas pelos clubes, porque, de uma raça para outra, para uma mesma altura e cernelha, os pesos variam muito.

 

Muitas vezes a obesidade não está ligada a superalimentação e sim ao hipotiroidismo, que atinge 25% dos pets. Por outro lado, conhece-se a tendência dos  para ganharem peso (as estatísticas mostram que esta tendência aumenta nas fêmeas) mas parece que a esterilização induz à obesidade apenas pelas razões psíquicas que dela resultam, pois as injeções de hormônios sexuais nos animais castrados não corrigem o peso adquirido.

Outro fator é a o excesso de consumo alimentar de origem psicológica entra no que se chama obesidade do stress. Um cão com boa saúde pode tornar-se bulímico em resposta ao stress ou a um choque psico-afetivo. Certos casos de obesidade observam-se igualmente nos cães “vítimas” de um exagerado carinho por parte do dono, que se traduz em guloseimas.

Consequências da obesidade em cães

  • Risco aumentado em cirurgias
  • Maior pressão sobre o coração, pulmões, rim e articulações
  • Agravamento de doenças articulares, como a artrite
  • Desenvolvimento de problemas respiratórios e diabetes
  • Aumento da probabilidade de desenvolver tumores

Dicas contra a obesidade em cães

  • Procure um veterinário de sua confiança para te auxiliar na alimentação adequada do seu peludo
  • Fracionar a ração ao longo do dia (é melhor dar-lhe várias rações pequenas ao longo do dia)
  • Fazer com que beba tanta água quanto seja possível
  • Procurar fazer exercício físico regular com seu pet
  • Invista em rações específicas para o controle de peso para pet
Fonte: Obesidade canina | Tudo Sobre Cachorros

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *